Alguns convênios que atendemos:

Apneia do Sono

Pessoas com síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) tem o sono perturbado e baixos níveis de oxigênio no sangue.

Quando a apnéia obstrutiva do sono ocorre, a língua é pressionada contra a parte posterior da garganta. Isto bloqueia as vias aéreas superiores e suspende a passagem do ar. Quando o nível de oxigênio no cérebro torna-se bastante baixo, a pessoa desperta parcialmente, a obstrução da garganta desaparece, e o fluxo de ar, começa de novo, geralmente com um forte suspiro.

Ciclos repetidos de diminuição da oxigenação levam a sérios problemas cardiovasculares.

Além disso, esses indivíduos sofrem de sonolência diurna excessiva, depressão e perda de concentração.

O primeiro passo do tratamento reside no reconhecimento dos sintomas e procurar uma consulta apropriada.

MAIS INFORMAÇÕES…

 

Mais Informações:

Cirurgiões Bucomaxilofaciais oferecem opções de consulta e tratamento.

Além de uma história detalhada, os doutores vão avaliar as relações anatômicas na região maxilofacial. Com uma análise cefalométrica (raio-x fo crânio), os doutores podem determinar o grau de obstrução. As vezes, um exame de nasofaringe é feito com uma câmera flexível de fibra óptica. Para confirmar a quantidade de comprometimento cardiovascular e os níveis de oxigenação diminuída, um estudo do sono pode ser recomendado para monitorar uma noite de sono individual.

Existem várias opções de tratamentos disponíveis. Uma das opções cirúrgicas é a uvulopalatofaringoplastia (UPFP), que é realizada na parte de trás do palato mole e da garganta. Em casos mais complexos, os ossos da maxila e da mandíbula podem ser reposicionados para aumentar o tamanho das vias aéreas (cirurgia ortognática). Este procedimento é feito no hospital, sob anestesia geral e requer uma estadia de um ou dois dias no hospital.

51 99347.7414 / 51 3094.0131

R. Cel. Bordini, 675 - Auxiliadora, Porto Alegre - RS
BUY NOW